string(2642) "Academia de Letras de Araguaína lança edital para escolha de novos imortais - Correio do Bico" Academia de Letras de Araguaína lança edital para escolha de novos imortais - Correio do Bico

Aguarde, carregando...

Academia de Letras de Araguaína lança edital para escolha de novos imortais

Por Luís Poeta

18/08/2021 13:51h

A Academia de Letras de Araguaína divulgou edital, informando que estão abertas, até o dia 15 de outubro de 2021, as inscrições para preenchimento das vagas das cadeiras que estão em vacância. 

O candidato deverá ter idade mínima de 30 (trinta) anos, até a data prevista para posse (11/12/2021), e ser radicado na cidade de Araguaína ou cidades localizadas na região norte do Estado do Tocantins.

Para participar os interessados deverão preencher e entregar o Formulário de Inscrição com os apontamentos acerca dos compromissos, acompanhado dos seguintes itens:

Fomulário de Inscrição, devidamente preenchido; Disponível no link https://academiadeletrasdearaguaina.com/academia-de-letras-de-araguaina-lanca-edital-para-escolha-de-novos-imortais/

Cópia da Carteira de Identidade e CPF ou CNH;
Cópia do comprovante de endereço;
E-mail e Identificação de suas redes sociais;
Biografia Pessoal;
Publicações literárias (inéditas ou não);
Artigos e material jornalísticos de valor literários.

As inscrições serão aceitas, mediante a entrega destes itens na sede do Sindicato dos Bancários, localizada à Rua das Mangueiras, 996, centro de Araguaína.

O edital informa ainda que a Comissão de Análise de Candidatos é formada pelos os acadêmicos Edson Gallo, Leomar Alves e Eudis Queiróz e tem o prazo de 30 dias, após encerramento das inscrições, para entregar seu parecer.

Os nomes dos candidatos selecionados pela Comissão serão submetidos ao Plenário da Academia em uma Assembleia Extraordinária, convocada para essa finalidade, prevista para o dia 18 de novembro de 2021.

Cadeiras em Vacância da Academia de Letras de Araguaína

Estão em vacância sete cadeiras, a cadeira de número 01, cujo patrono é o Padre Quinto Tonini e foi ocupada pelo José Francisco da Silva Concesso. Pe. Tonini, foi enfermeiro, formado pela Cruz Vermelha Internacional. Veio para o Brasil, juntamente com os orionitas da Pequena Obra da Divina Providência. Como visão missionária, levava consigo o lema: “para evangelizar é preciso curar o corpo.”

A cadeira de número 04 tem como Patrono Manoel de Sousa Lima (Professor Sabóia), escritor maranhense que se radicou no Bico do Papagaio, onde escreveu algumas obras e se eternizou no imaginário tocantinopolino.

A cadeira de número 16 tem como patronesse a escritora Aldenora Correia, professora paraense, também radicada em Tocantinópolis que escreveu entre outras obras, Boa Vista do Padre João.

A cadeira de número 31 tem como patrono é o escritor fluminense Euclides da Cunha, que publicou entre outras obras Os Sertões, que é muito divulgada e estudada na literatura brasileira.

A cadeira 33, agraciada com o Patrono Zé da Luz, que foi um alfaiate de profissão e poeta popular brasileiro, nascido na Paraíba.

A cadeira 38 tem como patrono o escritor Murilo Vilela, médico maranhense, radicado em Tocantinópolis, que escreveu o livro de Contos e Ensaios Taipoca. 

A cadeira de número 40 encontra-se sem Patrono, caso não seja definida antes da posse do novo imortal, caberá ao mesmo escolher quem será seu patrono ou patronesse.