string(2584) "Dimas afirma 'não abre mão para ninguém' nas disputas de 2022 - Correio do Bico" Dimas afirma 'não abre mão para ninguém' nas disputas de 2022 - Correio do Bico

Aguarde, carregando...

Dimas afirma 'não abre mão para ninguém' nas disputas de 2022

Por REDAÇÃO CORREIO DO BICO

21/07/2021 12:53h

Ex-prefeito de Araguaína, presidente estadual do Podemos e pré-candidato a governador do Tocantins, Ronaldo Dimas garantiu que não vai abrir mão de ser candidato nas eleições de 2022, para ninguém.

“Não há possibilidade nenhuma de eu abrir mão pra ninguém de uma candidatura para o Governo do Estado”, afirmou categoricamente em entrevista ao programa Tocantins Alerta, do apresentador Walison Silva.


Caminhada da pré-candidatura

Dimas comentou sobre suas andanças nos municípios tocantinenses e os encontros com líderes partidários e políticos, além de empresários de todo o estado. "Tenho conversado com todos eles, mas principalmente eu tenho ido aos municípios do Tocantins. Não somente ido, estamos fazendo um trabalho técnico. Fazendo um levantamento aerofotogramétrico, olhando a situação de todas as cidades, percebendo as suas necessidades, escutando os líderes políticos, e também os líderes empresariais de todas as regiões", explicou.

"Para você conhecer as necessidades do nosso povo, da nossa gente, você tem que ouvi-los. Estou fazendo pelo Estado afora”, acrescentou. 


Oposição ao governo

Dimas também comentou sobre o movimento para alinhar os partidos de oposição ao atual Governo. "Além do Podemos, tem diversos outros, como o Patriota. Vejo ainda o MDB, o PP da senadora Kátia, PSD do senador Irajá, o PSB com o Amastha. A gente tem o Democratas Cristão; o antigo PPS, que hoje é o Cidadania; o PSC com o deputado Osires, que eu vejo com uma linha muito definida contra o governo do estado”, pontuou o ex-prefeito, ressaltando que não é "contra o governo do estado, mas contra a forma de gestão". 

Sobre ter apoiado Carlesse

Questionado se estaria arrependido de ter apoiado Carlesse, Dimas afirma que errou. “Mas a gente erra né, fazer o quê? Tinha naquele momento o benefício do desconhecimento. Então o que eu tenho falado: hoje já não tem mais esse benefício. A gente vê um governo inoperante, parado. Com lançamento disso, lançamento daquilo. Como se tivesse fazendo, executando, não tem nada pra mostrar", disparou. 


Contudo, Dimas diz não estar arrependido. “Não estou arrependido. Não me arrependo do que faço. Aquele foi um momento que a gente não conhecia, quando você passa a conhecer é outra coisa. Nada pessoal contra, mas a gestão infelizmente deixa demais a desejar”, comentou.

Falta de manutenção nas rodovias

O pré-candidato a governador também falou sobre a falta de manutenção nas rodovias estaduais e culpou o governo pelos recentes acidentes com vítimas fatais no norte do estado. "Veja só aqui perto de Araguaína. De quem é a responsabilidade por essas mortes que estão ocorrendo? Na ida para Araguanã? É impensável que o governo do estado não dê conta de tapar buraco . Então essa responsabilidade é de quem? Dessas mortes. Isso a população já conhece. Quem está à frente do governo”, disse. 


Eduardo Gomes

Sobre o senador Eduardo Gomes, o presidente do Podemos destacou que eles têm mais de 30 anos de convivência e amizade, além da vida pública. “E todas as vezes em que fui candidato, ele me apoiou. Nós temos um compromisso político. Apoiei também o Irajá, temos um compromisso político. Agora quem pode responder isso é ele, não sou eu. O Eduardo é um amigo que eu tenho. Tenho convicção plena que vamos estar juntos nessa eleição”, finalizou.

 

Com informações de Arnaldo Filho