string(2866) "Atores revelam perrengues ao gravar beijos em "Salve-se Quem Puder": "Esquisito" - Correio do Bico" Atores revelam perrengues ao gravar beijos em "Salve-se Quem Puder": "Esquisito" - Correio do Bico

Aguarde, carregando...

Atores revelam perrengues ao gravar beijos em "Salve-se Quem Puder": "Esquisito"

Por GILVAN BALBINO CALÇADOS

26/05/2021 08:27h

Os beijos de "Salve-se Quem Puder" já deram o que falar desde que a novela passou a levar ao ar os capítulos inéditos, gravados durante a pandemia de Covid-19, o que obrigou a produção a usar alguns truques para viabilizar as cenas.

O principal foi a superfície de acrílico que ia de acordo com os novos protocolos de segurança para preservar a saúde do elenco. "Bem esquisito", opinou Rodrigo Simas, durante coletiva para a imprensa da qual o VIX participou.

Elenco fala sobre beijos no acrílico em "Salve-se Quem Puder"
Ainda que a ideia não fosse revelar aos telespectadores que os beijos estavam sendo falsos, os mais atentos perceberam logo de cara que tinha algo diferente nas sequências de romance, gravadas com uma tela de acrílico entre os atores.

Juliana Paiva, a Luna, e Felipe Simas, o Téo, foram os primeiros a testarem a nova forma de gravar os beijos técnicos na TV. "Você não pode tocar no acrílico porque se não embraça ou treme", contou a atriz sobre o desafio que a pandemia trouxe.

Rodrigo Simas, que interpreta o Alejandro, classifica a técnica como "uma das coisas mais estranhas" que teve que fazer. "O primeiro dia que eu fui fazer eu fiquei muito estressado. Não depende nada da gente. É o posicionamento do acrílico".

 
Na técnica do acrílico, cada um dos atores é posicionado de um lado da superfície, simulando um beijo técnico, um de cada vez. "Você ficava de olho aberto vendo o outro pagar mico. É caos", explicou Juliana. "Me dava ataque de riso", confessou Rodrigo.

Atores revelam perrengues ao gravar beijos em

Para disfarçar a superfície em cena, a produção usa e abusa de recursos visuais, tentando tornar o acrílico invisível aos olhos do público, mas a artificialidade com que fica o beijo também acabou gerando críticas depois da estreia.

Durante a retomada das gravações, além do acrílico, a equipe foi forçada a seguir protocolos rígidos de prevenção ao novo coronavírus, com poucas pessoas no estúdio, ausência de camarim e tendo que cuidar de seus próprios figurinos e maquiagens.

Atores revelam perrengues ao gravar beijos em

"Foi assustador no início mas a gente foi pegando o tranco, entendendo os artifícios, cenas com menos atores. Como tudo a gente se adapta, a gente se adaptou muito rápido e todo mundo com a vontade de continuar", acrescentou Vitória Strada, a Kyra.

Durante o "Mais Você", Deborah Secco, que dá vida para a Alexia, assumiu que gravar com o acrílico era "passar vergonha". "A gente beijava bolinha de tênis, fingia que beijava a bolinha, para depois aplicarem no chroma e nossas imagens ficarem ali. Algo que nunca imaginei fazer".

"Salve-se Quem Puder"